This text will be replaced

E-MAIL

“É desonesto o homem que sabe receber um favor, mas não sabe retribuí-lo.”
por plauto

Notícias

10/04/10

Guilherme de Pádua, assassino confesso da atriz Daniella Perez, volta à mídia no Ratinho

 

Ratinho: “Se eu fosse a Glória (Perez), eu não perdoaria você.”

Guilherme: “Fiz bobagens, mas sou inofensivo”.

 

Da esq. para dir.: Glória Perez, Daniella Perez, Guilherme de Pádua e Paula Thomaz

Gloria Perez ficou tão indignada e reclamou tanto da anunciada entrevista de Ratinho com Guilherme de Pádua que o resultado só poderia ser esse: ibope nas alturas e interesse jornalístico no chão. O assassino da atriz Daniela Perez não falou nada do crime, sob a alegação de que foi ameaçado de processo.
O argumento de Pádua não convenceu. Pastor em uma igreja batista, o ex-ator não poderia ignorar que qualquer pessoa na sua situação corre o risco de provocar reações – judiciais, inclusive – em caso de manifestações públicas sobre um crime pelo qual foi condenado e cumpriu pena.
A entrevista valeu por breves momentos que não tiveram relação com o assunto principal. Primeiro, a reação do apresentador aos protestos da novelista da Globo. Ratinho exibiu uma antiga entrevista de Gloria Maria com Guilherme de Pádua e depois fez uma ironia: “Se o Silvio Santos ligar aqui e falar ‘não coloca esta entrevista’, eu não coloco. Mas gente de fora, não!”
Ao final da conversa vazia, Ratinho protestou contra a performance do seu entrevistado: “Você é ator”. Ao que Pádua respondeu: “Você também é. Você é um personagem”. Irritado, Ratinho encerrou o programa, para perplexidade de seu convidado, afirmando: “Eu, se fosse a Gloria (Perez) não perdoaria você”!

Gloria Perez diz que facção criminosa se ofereceu para matar os assassinos de sua filha

A novelista Gloria Perez afirmou em entrevista para uma edição especial da revista “Trip” que uma facção criminosa se ofereceu para matar Guilherme de Pádua e Paula Thomaz.
Segundo a nota, bastaria que a novelista dissesse uma determinada palavra durante qualquer entrevista dada na TV para que a dupla que assassinou sua filha, a atriz Daniella Perez, fosse morta pelos criminosos em menos de meia hora. Gloria Perez conta que passou a se policiar para não falar publicamente a tal senha, e guarda até hoje as cartas enviadas pela facção.

Evangélico, Guilherme de Pádua agora faz seminários pelo Brasil

Condenado a 19 anos de prisão pelo assassinato da atriz Daniella Perez, filha da novelista Glória Perez, em 1992, Guilherme de Pádua tenta mostrar que se tornou um novo homem. Com a fala mansa, cabelos milimetricamente penteados e expressão tranquila, o ex-ator parece querer fugir o quanto pode da imagem do homem que, apaixonado pela colega de elenco na novela “De Corpo e Alma”, a assassinou a golpes de chave de fenda, junto com a ex-esposa Paula Thomaz.
Após ter cumprido apenas um terço da pena, Guilherme diz estar “libertado” há 10 anos e tornou-se obreiro da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte, onde congrega desde 2001. “Fiz bobagens, mas sou inofensivo. Andei fora do caminho de Deus, mas na nossa igreja não existe pecadinho e pecadão. Todos estão perdoados, a partir do momento do batismo, mas perdoados por Deus”.
A religião acabou se tornando a única alternativa para o ex-ator, que lembra que, em meio aos julgamentos da sociedade, com xingamentos e até fezes atiradas contra ele, sempre haviam dois ou três crentes com a Bíblia, pregando a paz. “Eu os achava uns malucos, mas quem mais me tratava como gente?”, questiona.
Seus conhecimentos na área de informática o levaram à Gerência de Tecnologia da Igreja Batista e hoje ele é um dos responsáveis pelo portal lagoinha.com. Sobre a época em que estava na cadeia, Guilherme conta que pegou sarna, micose, dividiu a cela com um tuberculoso e sofreu com dores de dentes sem nenhuma chance de ser atendido por um dentista. A possibilidade de suicidar-se também passou pela cabeça do ex-ator. “Olhei para uma torneira alta na cela e me passou pela cabeça amarrar a calça ali e me enforcar. Mas aí pensei nos meus pais, já tinha dado desgosto suficiente”.
Há três anos, Guilherme se casou com a produtora de moda Paula Maia, sua colega de culto.
Para ele, a experiência de um novo casamento foi transformadora. “Amei pela primeira vez”, destaca, lembrando que não basta amar a própria mulher, “é preciso não cobiçar as outras. Eu me doutrino”.
Pena que “se doutrine” somente depois de cobiçar e matar.

8 Comentários

  1. 16 de abril de 2010 at 22:38 | Permalink

    Pena que além de se arrepender,tbm nao possa trazer Daniela de volta…é natural q a mae dela continue indignada,essa é uma dor q nao passa.
    Felizmente(principalmente p ele),q tenha encontrado um novo modo de viver,e esteja procurando ajudar os necessitados,talvez assim ,encontre um pouco de paz p sua consciencia.
    Espero q continue nesse caminho,e aceite o que lhe acontece como reaçao a um ato covarde e brutal cometido num passado onde provocou tanto sofrimento.
    Mas,nao cabe a sociedade trepudiar em cima de ninguém,devemos nos comportar como seres civilizados,ao maximo podemos tentar mudar as leis q protegem crimes desse tipo.
    Qto ao apresentador,poderia se preparar melhor p uma entrevista como essa e nao fazer as pessoas perderem tempo com uma entrevista vazia que nao acrescentou nada a nada.
    A unica que nao deixa de ter razao,mesmo tentando impedir o direito de expressao de um ecidadao,é a mae de Daniella,desculpada em qualquer circunstancia pela brutalidade com a qual lhe tiraram a filha.

  2. Silvia
    27 de maio de 2010 at 0:39 | Permalink

    Guilherme se voce realmente se arrependeu parabens não precisa ter medo de ninguem vá enfrente que tudo se transforma, até os pensamentos das pessoas,os verdadeiros Humildes te perdoarão para você nascer novamente e crescer espiritualmente fique com a paz de Deus porque somente nele você encontrará

  3. claudia bronzeado
    3 de junho de 2010 at 21:42 | Permalink

    Satanás também foi anjo, vc ñ é diferente,vc é treva, e todo aquele que tiver a falta de sabedoria de ouvir da boca de satanás, ou seja, da tua boca, pregação creio q ñ ira obter nenhuma salvação, nem testemunho de edificação, vc era pra ser isolado da sociedade, monstros ñ devem ter direitos a nada. ESTE HOMEM GUILHERME DE PADUA PARA MIM É PROFETA DE SATANÁS.

  4. joice
    1 de julho de 2010 at 19:23 | Permalink

    resistir ah satanás e ele fugirá de vóz,pena que guilherme não se deu conta de ler essa palavra na bíblia,antes de virar um sanguinário,agora!eu queria só saber o que se´passa na mente de pessoas como ele e em principal momento de íra,ódio vontade de vingança,vontade de ver sangue e provocá-lo com as próprias mãos,eh realmente e algo que todos nós nos perguntamos,porque tanta crueldade com uma pessoa tão meiga,carinhosa,linda e profissional com um futuro brilhante pela frente,ah são tantas palavras que se agente for escrever tudo o que pensamos não vai sobrar espaço para as outras comentar…

  5. 13 de julho de 2010 at 21:52 | Permalink

    È sempre assim,matam,trazem tanta dor…pra depois se tornarem evangelicos…meu Deus…até quando isso??..andar com a biblia na mão virou moda no momento para bandidos e psicopatas…

  6. 21 de julho de 2010 at 4:15 | Permalink

    O que é pior? cumprir a pena ou ter que virar evangelico?

  7. joelma Sousa
    9 de setembro de 2010 at 12:04 | Permalink

    Se fosse assim tão facil todos nos,cometeriamos Crimes Barbaros como esse.
    la pk vosse se tornou Evangelico que agora é moda ñ signnifica que tenha deixado de ser uma pessoa Podre.
    Porque é isso que vc é ,ñmerece perdão nem compaixão merece sim ser ignorado pela socedade.Pk o que fez ñ tem perdão.

  8. Valesca
    20 de outubro de 2010 at 2:27 | Permalink

    É incrívil…o cara mata de forma brutal e covarde,tira a vida de uma menina de 22 anos,com um brilhante futuro,destroi uma família inteira e depois se coloca de vítima,fala que óbvio que se arrepende,porque poderia ter uma vida diferente,uma vida bacana…mais uma vez, só pensa no que ele perdeu em ter cometido aquela monstruosidade e não na moça que morreu covardemente..É muito fácil colocar uma bíblia debaixo do braço,se dizer perdoado porque passou nas águas do batismo..e fica a pergunta e Daniella e Glória,Raul e toda família e amigos que sofrem um luto eterno pela perda da moça? pra eles não há segunda chance,Daniella não volta nunca mais,se o Deus dele o perdoou não sei,mais que um dia ele resgatará tudo e toda dor que causou..isso é certo,porque a vida,não acaba aqui.
    Como ele mesmo disse,está novamente tentando ter a atenção das pessoas..novamente por vaidade,para o assassino continua interessante o meio artístico,foi para se manter nele que matou a menina,com medo que ela falasse pra mãe que estava sendo assediada por ele.E ainda há quem lhe dê palco para seu teatro.
    em sua cabeça doentia,agora que se passou 18 anos quem sabe não é hora de voltar..
    É um selvagem e como tal,deveria estar preso,pra não derramar o sangue da filha de mais ninguém.

Envie seu comentário

Seu email nunca será publicado ou compartilhado. Campos requeridos *

*
*

As ondas de protestos terão reflexo nas próximas eleições?

Ver resultado

Loading ... Loading ...


brazilcomZ nº78 | Abril

Navegue pelo conteúdo da nossa revista. Clique aqui!
Veja as Edições Anteriores